Inteligência emocional

O que é inteligência emocional? Como usá-la nos negócios?


A inteligência emocional nada mais é do que a capacidade do ser humano de entender as próprias emoções e saber lidar com seus sentimentos, saber controlar, principalmente quando tem que tomar decisões. Por isso, precisa, sim, ser trabalhada nas organizações, independente do nível, porque quanto mais a gente entender esse universo melhor será para os negócios.


A nossa capacidade de reconhecer nossas próprias emoções é muito interessante, às vezes o empresário, o líder ou o funcionário, chega na empresa estressado porque pegou trânsito, porque o transporte atrasou, são vários os motivos que tiram o nosso equilíbrio, no entanto, não se pode chegar na empresa e descontar nas pessoas com quem é dividido várias horas do dia, tem que entender quais são os momentos de estresse ou cansaço mental e entender que não se pode descarregar isso nos colegas de trabalho.


Tenha essa inteligência emocional, de entender as próprias emoções para ter um pouco mais de calma. Com essa capacidade de olhar para dentro, você consegue identificar que é melhor não tratar de assuntos mais complicados ao longo do dia para não ficar mais estressado.


A questão não é somente controlar as emoções, porque de qualquer forma elas vêm. As emoções têm origens psicológicas muito fortes, em alguns casos, o ideal é procurar ajuda com profissionais para lidar com suas questões, mas, especificamente no mercado de trabalho, nas questões corporativas, é importante identificar essas ações e controlá-las.


Se você estiver estressado, se acabou de sair de uma reunião ou chegou, e passou por situações complicadas, não tome decisões importantes. Quando estiver sob muita pressão, por exemplo, uma forma de controlar é respirar fundo, se acalmar, analisar e tomar as decisões que deveria tomar no momento difícil, em outro momento, para que as emoções não atrapalhem a tomada de decisão.


Então, na verdade, não é um controle, mas sim, uma forma de tentar ajustar as emoções que você está sentindo com as decisões que você precisa tomar. Grande parte das vezes é melhor adiar e fazer uma reunião um tempo depois, em um momento mais controlado.


Outro item é a automotivação, a partir do momento que você entende um pouco suas emoções, você entende um pouco mais os seus sentimentos e comportamentos, começa a identificar também de onde vem a sua motivação.


É um assunto controverso, ainda tem muita coisa a analisar, a discutir, mas o mais importante é que você consiga identificar quais são seus sentimentos, quais são seus comportamentos na área de gestão, para que consiga colocar todo seu coração, todas as suas emoções, para chegar ao mais alto nível de produtividade. Isso é algo que precisa ser analisado, internalizado por todos da equipe.


Outro item é a empatia, ou seja, se colocar no lugar do outro, entender um pouco mais o que a outra pessoa está sentindo.


Há duas situações, de repente seu colega de trabalho pode estar estressado, passando por um momento difícil, com os sentimentos à flor da pele, é interessante que você aprenda a ouvir o seu colega, identificar a necessidade dele de ter espaço, de não discutir sobre questões complicadas naquele momento.


Nós temos a necessidade de controlar nossas emoções, controlar o que vamos falar e como vamos falar de acordo com nossos sentimentos e também a questão da empatia, de entender que o outro não está em um momento bom, está em um momento delicado e respeitar o tempo para ele se recuperar.


A gente precisa saber o momento certo de falar e o momento certo de ouvir também.


O objetivo final é entender que precisa se relacionar bem, buscar esse relacionamento interpessoal da sua equipe, dos seus colegas de trabalho, para que tudo ocorra bem.


Lembrando que em várias situações, às vezes, a gente passa mais tempo no trabalho do que em casa, então é importante manter o clima saudável, entender esse processo de comunicação e essa relação entre as pessoas, para que seja possível ter uma inteligência emocional mais próspera, mais produtiva no nosso ambiente de trabalho.


É importante que todos conheçam um pouco mais de si mesmo, importante também identificar se está em um momento muito complicado, se perceber que precisa, busque ajuda profissional, tem várias pessoas na área da psicologia trabalhando muito forte na psicologia organizacional, com várias boas empresas trabalhando nessa questão do clima organizacional, então se tiver dificuldade, contrate uma empresa especializada, leve essa especialização e esse avanço para sua organização que fará uma diferença gigantesca.

Saiba mais

Acesse o nosso canal no YouTube e assista ao vídeo que fala sobre Inteligência Emocional